BIOGRAFIA

Kla-Vier Duo

Fundado em 2013, pelas pianistas Sónia Amaral e Patrícia Ventura, o Kla-Vier Duo é um dos duos de piano nacionais a trabalhar regularmente desde a sua formação, mantendo uma agenda de concertos que lhe permite uma constante a actualização e que tem vindo a desenvolver-se num sentido crescente, quer ao nível nacional, quer também já internacional. O Kla-Vier Duo assenta a base do seu programa em repertório essencialmente do século XX e XXI, abrangendo um leque tão vasto de correntes, estéticas e compositores como Ligeti, Kurtág, A. Pärt, Berio ou Hindemith 

mas indo também procurar as obras de referência do repertório para esta formação,

como as de Ravel, Poulenc ou Debussy.

Por outro lado, consciente do papel importantíssimo como divulgador de novos conteúdos artísticos, o duo pretende também dar uma ênfase especial à música portuguesa e incentivar os compositores a criar novas obras. Assim, o Kla-Vier Duo tem já algumas obras a si dedicadas, tendo realizado várias estreias absolutas: “Por um dia igual” de Sofia Sousa Rocha(2014), “Quatro Inquietações” de Ana Moura (2015); "Prelude to a Rock and Fugue"; de Paulo Bastos (2018; "absit omen"; de Tomás Alvarenga (2019).

Em Março de 2014, o duo realizou a primeira audição nacional da obra “Work for two pianists” de Morton Feldman.

O Kla-Vier Duo realizou ainda a gravação de dois videoclips com peças dos compositores Paulo Bastos e Sofia Sousa Rocha, os quais fazem parte da programação regular do canal internacional de música CMusic Tv, a ser transmitido na Europa, Estados Unidos da América e Canadá.

Desde a sua formação o duo tem vindo a apresentar-se em diversas salas de concerto, nomeadamente o Auditório José Sarmento – Mercado Cultural do Carandá {Braga}; Cine-Teatro Eduardo Brazão (Vila Nova de Gaia]; Museu Nogueira da Silva (Braga); Museu Romântico do Porto (Porto); Auditório Azeredo Perdigão (Aveiro); Síntese - Ciclo de Música Contemporânea da Guarda; Maison de Portugal André de Gouveia, Cité International Universitaire de Paris; Palácio Foz (Lisboa); Casa das Artes (Porto); Museu Nacional Machado de Castro (Coimbra).

Patrícia Ventura

Iniciou os seus estudos musicais aos 12 anos de idade na classe do professor Ernesto Português. No ano lectivo de 1993/94 ingressou no Conservatório Calouste Gulbenkian de Braga na classe da professora Cristina Dornelas, onde concluiu com êxito o curso complementar de piano. No ano de 1999 ingressou na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo no Porto, na classe do professor Luís Filipe Sá, onde obteve em 2004 o grau de Licenciada com nota final de 17 valores. 

Foi bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian desde o ano de 1995 até ao ano de 2000. No ano lectivo de 2000/2001, foi galardoada com uma Bolsa de Mérito atribuída pelo Instituto Politécnico do Porto. No ano lectivo de 2003/2004, foi galardoada com o Prémio de Melhor Aluna da ESMAE atribuída pelo Rotary Club Porto-Foz.

Participou em diversos Cursos e Seminários, trabalhando entre outros, com Helena Sá e Costa, Sofia Lourenço, Constantin Sandu, Fernando Puchol, Jonathan Ayerst, Tânia Achot, Marcus Gröh.

Participou no VIII Festival Internacional de Música de Mafra na Homenagem ao compositor Carlos Seixas e no Festival de Outuno de Aveiro na Fábrica Ciência Viva.

No ano de 2004 ingressou no Mestrado em Performance na Universidade de Aveiro, trabalhando com os professores Fausto Neves e Nancy Lee Harper, com quem concluiu a sua Pós-Graduação em Performance Piano. No âmbito a Pós-Graduação em Performance, participou no Performa – Encontros de Investigação em Performance com base no tema Interpretação de música para piano. É profissionalizada em Instrumento – Piano. O seu gosto pelo Jazz levou-a a matricular-se na disciplina Oficina de Jazz na Companhia da Música sob a orientação de Paulo Barros.

Tem realizado diversos recitais, tanto a solo como em música de câmara, nomeadamente em Braga, Gaia, Porto, Lousada, Vila do Conde, Região Autónoma da Madeira, Vila Real, Aveiro, Troviscal, Vigo, Ferrol.

É membro co-fundador do Kla-Vier Duo, um projecto das pianistas Patrícia Ventura e Sónia Amaral com o objectivo de dar a conhecer o repertório contemporâneo para piano a 4 mãos e/ou 2 pianos.

Tem exercido actividade pedagógica como professora da classe de piano da Companhia da Música, Arteduca e, neste momento, no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga.

Sónia Amaral

Sónia Amaral iniciou os seus estudos musicais no Conservatório de Música do Porto, na classe do Prof. Constantin Sandu e concluiu a sua formação na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo. Paralelamente concluiu a Licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Frequentou diversos cursos e masterclasses com os Professores Vladimir Viardo, Pierre Réach, Nelson Delle Vigne, Jaroslaw Drzewiecky, entre outros. 

Integra o projecto Kla-Vier Duo, juntamente com a pianista Patrícia Ventura, e o duo com a flautista Daniela Anjo. Tem realizado vários concertos, a solo e em agrupamentos de música de câmara, nomeadamente no Museu Nogueira da Silva, Braga; Cine-Teatro Eduardo Brazão, Vila Nova de Gaia; Ciclo de Quintas, Viana do Castelo; Auditório Azeredo Perdigão, Aveiro; Museu Romântico, Porto; etc.

Tem exercido actividade pedagógica como professora da classe de piano no Conservatório de Música do Porto e no  Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga.